Você sabe o que são as cores?

Elas despertam sentimentos, influenciam em decisões de compra e são um dos fatores principais na escolha de identidades visuais, mas você sabe o que de fato elas são e representam?

De acordo com dados da X-Rite Pantone*, aproximadamente 70% das pessoas fazem a escolha do produto na prateleira, e as cores são os motivos principais para isso. Essa estatística é de um dos muitos estudos, que especificamente, nos fazem refletir sobre como elas são presentes no nosso dia-a-dia. Fatos sobre a influência de colorações, na identidade visual de grandes empresas, porém, o que são as cores?

Primeiramente, para entender as cores, precisamos falar sobre luz. A luz branca, que é considerada o total de raios que vem do sol, tem a composição feita por radiação de diversos tipos de onda. Cada ondulação é captada individualmente pelo cérebro humano e convertida em impulsos elétricos que nos fazem perceber as cores.

É importante contar um pouco da história de como tudo isso começou a ser descoberto. No século 17, o físico inglês Sir Isaac Newton fez um experimento utilizando um prisma, que é um objeto de vidro capaz de decompor a luz branca mostrando a coloração de cada raio. Na ocasião, o pesquisador percebeu que cada onda tinha um comprimento diferente e que, colocando o olho em diferentes direções do utensílio, via cores distintas.

As últimas informações são importantes principalmente por um motivo: as cores são interpretadas pelo nosso cérebro, logo, cada pessoa vê de um jeito. Existem fatores que podem influenciar diretamente em como visualizamos as cores. Cansaço do olho, idade e o ambiente em que estamos são alguns deles, mas, as cores mudam? Não. Elas são sempre as mesmas, o que muda é a forma que você as enxerga.

Cada cor tem a aparência padrão definida por três elementos: tom, saturação e brilho. Utilizando esses três atributos você consegue distinguir uma cor da outra sem a interferência subjetiva do seu cérebro.

Tom

O primeiro desses atributos é o tom. Ele é basicamente como percebemos a cor de um objeto. Se é vermelho, verde, azul, laranja e por aí vai. Na figura abaixo podemos ver, baseado na mistura das cores, a continuação de cores de um hue para o próximo.

Saturação

Como já anteriormente explicado, a saturação é basicamente a saturação da cor, ou seja, o quão próximo ela está do cinza ou do tom puro. A figura abaixo mostra como o elemento se move do centro para as extremidades. No centro as cores são mais cinzentas do que no perímetro.

Brilho

A luminosidade da cor, medida em degraus, é o atributo chamado de brilho. Ele pode ser facilmente confundido com a saturação, mas não se engane, eles são diferentes. Aqui o que é medido é a iluminação ou escuridão de cada tom do preto para o branco.

Agora que você já sabe como as cores são formadas. Podemos partir para os jeitos que você pode medi-las exatamente, driblando as interpretações diferenciadas de cada cérebro.

Acompanhe o nosso blog para ler mais textos como esse. Não esqueça também de nos curtir e compartilhar esse material nas redes sociais para dividir o conhecimento com os seus amigos que se interessam pelo mundo das cores.

Fontes/Referências:

X-Rite Pantone – Understand Collor Ebook

 


Resumo do Texto

Elas despertam sentimentos, influenciam em decisões de compra e são um dos fatores principais na escolha de identidades visuais, mas você sabe o que de fato elas são e representam? De acordo com dados da X-Rite Pantone*, aproximadamente 70% das pessoas fazem a escolha do produto na prateleira, e as cores são os motivos principais […]