Comparação monitor e amostra

Para comparar amostras com o monitor é necessário seguir as normas técnicas que garantem que o resultado esteja de acordo com o planejado.

Requisitos de um Sistema de Provas Virtuais

  • Estação de Trabalho – Plataforma de computador com placa de vídeo que atenda às especificações
    exigidas pelo fabricante do monitor. Recomenda-se uma placa offboard de boa performance.
  • Monitor – Tecnologia LCD de amplo Gamut que reproduza todas as cores de forma homogênea na tela.
  • Instrumentos de Medição – Espectrofotômetros ou Colorímetros. Esses instrumentos fazem a calibração nos monitores para que ele reproduza as cores certas. Em geral, a calibração realizada com espectrofotômetro é mais precisa
    para certificação de uma prova virtual, se comparado com o resultado obtido
    com o colorímetro.
  • Softwares – Software de calibração de monitor capaz de ajustar o ponto de branco, a curva tonal
    e a luminosidade, criando e salvando um perfil no sistema operacional; Software de certificação de provas virtuais;
    Acrobat Professional para toda configuração e visualização do PDF.
  • Perfis ICC – Perfil de cores relativo ao processo de impressão a ser simulado.
  • Workflow – Padronização na troca de arquivos no fluxo de trabalho.
  • Histórico das Configurações – Registro detalhado das calibrações dos sistemas.
  • Condição de visualização padronizada – Ambiente padronizado para avaliação, como iluminação e cores do ambiente.

Monitor

  • Tecnologia – LCD.
  • Formato – A tela deve ser capaz de exibir uma imagem com uma diagonal de pelo menos
    43 cm e uma altura de pelo menos 22 cm para que seja possível visualizar
    duas páginas no formato A4 simultaneamente.
  • Resolução – A resolução mínima é
    de 1.280 x 1.024 pixels.
  • Uniformidade de luminância da tela (avaliação) – O monitor deve ser visualmente uniforme ao exibir imagens sólidas brancas,
    cinzas e pretas. Recomenda-se que todos os valores de luminância estejam
    dentro de 5% da luminância do centro e devem estar 10% dentro da mesma
    tolerância.
  • Gamut de Cores – O monitor deve ser capaz de reproduzir de maneira completa ou pelo menos 92% do
    espaço de cor a ser simulado.
  • Contraste – O contraste é um dos fatores de maior importância para monitores LCD, que
    é estabelecido utilizando-se um cálculo baseado na diferença entre a intensidade da luminosidade de exibição de luz branca em 100% e um visor de
    intensidade 0% de luminosidade. Quanto maior o range, maior o contraste de
    definição entre os tons claros e escuros.
  • Luminância de Monitor – Uniformidade do briho em toda tela.
  • Estabilidade cromática do monitor – A aparência visual de uma prova física ou virtual deve ser a mesma quando
    avaliada a posteriori (alguns dias depois).
  •  Posição do operador – Analisar a tela de frente caso a tela sofrer alterações em outros ângulos. Painéis de LCD de qualidade inferior tendem a sofrer modificações drásticas
    em luminosidade e coloração, sempre que não se está nesta posição. 
  • Conectores de vídeo – DVI (Interface de Vídeo Digital) e HDMI
    (High Definition Multimidia Interface) – As conexões DVI e HDMI são capazes de transmitir sinais digitais e
    permitem uma comunicação duplex, isto é, da placa de vídeo para o hardware
    do monitor e do hardware do monitor para a placa de vídeo.

Fonte: Manual de Provas Virtuais – ABTG http://www.abtg.org.br/download/k6e99266p1l18616c3z6j1e777g7v1g3b9a2y194h7y2v


Resumo do Texto

Para comparar amostras com o monitor é necessário seguir as normas técnicas que garantem que o resultado esteja de acordo com o planejado. Requisitos de um Sistema de Provas Virtuais Estação de Trabalho – Plataforma de computador com placa de vídeo que atenda às especificações exigidas pelo fabricante do monitor. Recomenda-se uma placa offboard de boa […]