Como a temperatura pode influenciar nas medições de cores

Seja quente ou frio, esse fator pode influenciar nas suas medições

Nós frequentemente recebemos chamadas de clientes que não conseguem perceber o porquê de suas medições variarem, mesmo quando eles usam os equipamentos necessários.

Porque uma amostra pode ser medida em ter resultados diferentes em dias distintos? Muitas vezes a culpada é a termocromática, e isso se torna um problema maior ainda quando as estações mudam.

Todos os tipos de materiais mudam as cores com a temperatura. Essas mudanças fazem o material exibir um deslocamento na reflexão de ondas de luz, o que pode alterar a nossa percepção.

Frequentemente o deslocamento de cor é tão leve que o olho humano nunca notaria. Porém, se o seu trabalho é checar qualidade de cor, você precisa entender como a termocromacidade pode impactar na sua cor, nas suas medições e na sua habilidade de inspeção.

Essa colher de sorvete termocromática muda do verde para o azul quando fica fria

Que tipos de materiais são impactados pela termocromacidade?

Graças a elementos termocromáticos como o cristal líquido, anéis de humor mudam de cor quando tocados. (Imagem: bestmoodrings.com)

De corantes a cerâmicas e plásticos, a maioria dos materiais e cores são vulneráveis. Infelizmente não existem maneiras analógicas de prever quais cores irão mudar e o quanto irão mudar. Você precisa testar os seus materiais para calibrar as reações.

Alguns fabricantes estão até usando a termocromacidade a favor de seus negócios, inovando e criando produtos divertidos que mudam de cor. Camisetas e copos são exemplos bem comuns.

No Brasil, já tivemos um exemplo bem comum, que era uma latinha de cerveja que possuía uma parte termocromática. O local se tornava azul apenas quando a bebida ficava gelada.

Quanto a temperatura precisa mudar para impactar no produto?

A termocromacidade é dependente de materiais e cores. Em longo período, conseguimos medir uma diferença de cor logo após a temperatura mudar we can measure a color difference after a temperature mudar 5° Celsius em um azulejo de cerâmica. Para uma mídia impressa em papelão ondulado, pode demorar mais um pouco para uma diferença ser notada.

Para ilustrar o impacto da termocromacidade em uma amostra cerâmica, profissionais da X-Rite Pantone conduziram um experimento com um azulejo verde que vem com a maioria dos equipamentos industriais da marca.

Primeiro eles mediram o objeto em uma sala com a temperatura ideal para criar o padrão. Depois modificaram a temperatura do local para 35° F, o que equivale a aproximadamente 1,5° C, quase um freezer.

Após isso, utilizaram o Espectrofotômetro Ci7860  para medir cada minuto até a temperatura do quarto voltar ao normal. Os resultados mostraram mudanças nas cores.

Quais são os maiores riscos de interferência?

Abaixo descrevemos os cenários mais comuns onde a termocromacidade pode causar problemas

1 – Mudança de estações

Se você trabalha em uma região que tem mudanças bruscas de temperatura quando mudam as estações, você precisa ficar atento às armaduras da termocromacidade.

Vamos dizer que você almeja um padrão no verão quando o interior do seu laboratório está em 30°. Uma vez que o inverno chegar e a temperatura mudar para uns 18° na manhã, você pode sutilmente começar a notar a diferença.

Até quando o seu clima é facilmente controlado, você pode ainda correr riscos se está medindo matérias-primas vindas do estoque.

2 – Empresas com diversos ramos

Isso é especialmente verdade se as empresas também estão em diferentes regiões climáticas, por exemplo, uma filial no Sul e outra no Nordeste. Mesmo medindo o mesmo padrão digital com os instrumentos certificados, as medições podem ter leituras diferentes em duas fábricas com mudança brusca de temperatura.

3 – Medindo amostras em diferentes níveis de refrigeração

Pegue plástico filme, por exemplo. Se você o medir quando ele estiver saindo do extrusor, você certamente terá uma medição diferente depois de a temperatura abaixar.

Superando a termocromática através de estabilidade

Isso não significa que você não pode medir em uma temperatura baixa ou elevada, ou trabalhar com fornecedores em diferentes regiões climáticas. Isso é sobre consistência. O jeito é conseguir alternativa de compensar as diferenças.

Alguns dos nossos novos equipamentos da X-Rite Pantone pedem recalibração quando o sensor do dispositivo inteiro detecta uma deslocação de temperatura.

Nós também mandamos uma amostra verde com os nossos novos equipamentos industriais. We also ship a green tile with our newer industrial instruments. Embora seja mais utilizado para checar o desvio do equipamento, é uma grande maneira de medir termocromática.

Se você quer aprender mais coisas sobre termocromática ou assuntos relacionados, fique ligado na nossas postagens. Não esqueça de compartilhar com os seus amigos que também se interessam pelo mundo das cores. Um abraço e até a próxima!

 


Resumo do Texto

Seja quente ou frio, esse fator pode influenciar nas suas medições Nós frequentemente recebemos chamadas de clientes que não conseguem perceber o porquê de suas medições variarem, mesmo quando eles usam os equipamentos necessários. Porque uma amostra pode ser medida em ter resultados diferentes em dias distintos? Muitas vezes a culpada é a termocromática, e […]